Senador Canedo já a iniciou campanha de vacinação contra a gripe

De acordo com a Secretaria de Saúde, o atendimento está sendo realizado em 17 pontos, espalhados por todas as regiões da cidade, das 8h às 17h.

A prefeitura de Senador Canedo iniciou, essa semana, a campanha de vacinação contra a gripe Influenza (H1N1). Seguindo a estratégia do Governo Federal, a imunização está sendo feita em três etapas. Neste primeiro momento, do dia 12 de abril a 10 de maio, quem pode receber o imunizante são as grávidas em qualquer fase gestacional, mulheres no pós-parto (puérperas), trabalhadores de saúde e crianças de seis meses a menores de seis anos.

O prefeito Fernando Pellozo esteve em um dos pontos de vacinação, na UBS do Conjunto Uirapuru, e aproveitou para lembrar a população sobre a importância de se imunizar. “A população precisa ficar atenta, nós sabemos que não existe apenas a Covid-19, essa campanha de vacinação é uma oportunidade para se imunizar contra a influenza, que também pode apresentar consequências graves à pessoa”.

A secretária de Saúde do Município, Fabiana Lopes, reforça que a vacinação da gripe segue em paralelo com a campanha de vacinação contra a Covid-19. “Apesar de as doenças apresentarem, em certas situações, sintomas parecidos, não é o mesmo vírus. Por isso o imunizante não surte o mesmo efeito, sendo vacinas diferentes”, explica.

Desta forma, a secretária alerta a população para se atentar a alguns cuidados antes de receber a vacina contra a gripe. “A contraindicação é para quem tomou a vacina contra a covid-19, pois essas pessoas precisam aguardar 14 dias para receber a dose contra a influenza. Já no caso de pacientes que foram diagnosticados com o novo Coronavírus, precisam aguardar 28 dias após sentir os primeiros sintomas. Se a pessoa apresentou febre ou já teve reação alérgica à vacina contra Influenza anteriormente, não pode ser vacinado”, conta Fabiana.

Para vacinar, é preciso apresentar o comprovante de endereço, documento de identificação e cartão de vacina. No caso de profissionais de saúde, é preciso apresentar comprovante de vínculo empregatício também.

Demais etapas

A Segunda etapa da imunização vai acontecer do dia 11 de maio a 08 de junho. Nesse grupo, idosos e professores vão ser imunizados. Os documentos que precisam ser apresentados são os mesmos para todas as etapas.

Já na terceira etapa, que vai do dia 09 de junho a 09 de julho, serão vacinadas as pessoas com alguma doença crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Segundo a secretária de saúde, a expectativa é vacinar aproximadamente 10 mil pessoas já na primeira etapa, como foi preconizado pelo Ministério da Saúde. Dessa forma, vai manter a população protegida contra a doença. “Em outra época, essa doença contabilizou muitos óbitos, por isso é importante a pessoa que faz parte do grupo prioritário procurar um ponto de vacinação e se imunizar”, afirma.

Serviço:

Para dar agilidade à campanha de imunização, a Prefeitura disponibilizou 17 pontos de vacinação, espalhados em todas as regiões da cidade. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nos seguintes pontos:

• UBS Boa Vista
•UBS Bairro Alvorada
•UBS Conjunto Uirapuru
•UBS Paraíso
•UBS Jardim Todos os Santos
•UBS Bom Sucesso
•UBS Prado
•UBS São Sebastião
•UBS Flamboyant
•UBS Vargem Bonita
•UBS Jardim Canedo 1
•UBS Jardim Canedo 3
•UBS Morada do Morro
•UBS Vila São João
•UBS Vila Galvão
•UBS Castros
•Escola Municipal Clarinda Rodrigues