Prefeitura amplia estrutura para o combate à Covid-19

Rede municipal terá 11 novos leitos de UTI Covid-19 e 20 leitos clínicos de enfermaria, além de um pronto-socorro 24 horas

Onze novos leitos de UTI para pacientes diagnosticados com Covid-19 reforçam a estrutura de saúde municipal já a partir da próxima terça-feira (09/02). A estrutura foi montada em parceria com o Governo de Goiás e a Gestão Goiana Hospitalar Ltda, na unidade conhecida como Hospital de Senador Canedo. No local, também serão disponibilizados 20 leitos clínicos de enfermaria – equipados com monitor e ventilador – para ampliar a capacidade de atendimento de casos mais leves da doença.

Ainda como parte do pacote, será criado, no mesmo local, um pronto-socorro 24 horas específico para o combate à pandemia. Nele serão realizados a testagem do novo coronavírus, exames de imagens, Raio X e tomografia, ampliando e melhorando a qualidade do diagnóstico dos pacientes. “É uma iniciativa da Prefeitura de Senador Canedo, cuja estrutura se junta a outras duas unidades com atendimento específico para a Covid-19 – a UPA na região Central e o Pronto Socorro do Parque Alvorada. Trata-se, portanto, de uma nova porta de entrada para a prestação de assistência em tempo integral à população”, diz a secretária municipal de Saúde Fabiana Lopes.

A Prefeitura de Senador Canedo também planeja realizar testagem ampliada nos principais bairros da cidade, identificando casos positivos de Covid-19, mesmo entre pessoas assintomáticas. Segundo Fabiana Lopes, a ação está prevista para a próxima sexta-feira, 12, no Centro, Jardim das Oliveiras e Vila Galvão. “Estamos monitorando as três regiões e o trabalho será desenvolvido levando em conta os espaços com mais casos da doença. Trata-se de uma estratégia volante, na qual a Saúde vai aos locais para evitar aglomeração”, explicou Fabiana.

Estratégia

Senador Canedo já registrou 7.483 casos confirmados da Covid-19, com 126 óbitos. A imunização foi iniciada há pouco mais de 15 dias e, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade recebeu do Estado 2,5 mil doses da vacina. Idosos institucionalizados (que vivem em abrigos) e profissionais de saúde foram os primeiros imunizados. “Os próximos são os idosos acima de 60 anos acamados e todos os demais acima de 90 anos”, completa Fabiana Lopes, acrescentando que a vacinação desses grupos começa na terça-feira (09/02).