Famílias atingidas por temporal são assistidas pela prefeitura de Senador Canedo

A prefeitura de Senador Canedo segue com o trabalho de assistência às famílias que tiveram suas casas alagadas após temporal, na Vila São João, às margens do Córrego Caveirinha, no último dia 12. Por meio das secretarias de Assistência Social (Semasc), de Infraestrutura (Seinfra) e da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma), foi realizada uma força-tarefa para cuidar das 13 famílias desabrigadas com o atendimento de todas as suas necessidades básicas essenciais.

Em reunião com as famílias, no fim da tarde desta quinta-feira (18), junto à Semasc, Defesa Civil, Amma e Diretoria de Habitação, foi acordado o retorno de algumas famílias para as suas casas. Houve casos, no entanto, em que as casas tiveram suas estruturas afetadas de forma que as famílias não poderão voltar. Nesses casos, a prefeitura vai disponibilizar o aluguel social em caráter de emergência.

No início da manhã desta sexta-feira (19), representantes do Corpo de Bombeiros, da Amma e da Diretoria de Habitação estiveram no local para avaliar a gravidade do problema, já que a proximidade com as margens do córrego é um grande fator de risco para a vida dessas famílias. De acordo com a lei municipal, nº 1587/11, é vedada em até 50 metros de distância a construção às margens de rios e córregos, e algumas casas foram construídas em desacordo com essa lei.

Duas casas foram condenadas pelo Corpo de Bombeiros e serão demolidas nos próximos dias. Após receberem cestas básicas, as famílias que tiveram suas casas liberadas pela Defesa Civil foram orientadas a retornar no fim da tarde desta sexta-feira (19). Duas famílias ainda devem permanecer no Cmei até segunda-feira (22), quando será liberado o aluguel social.

Texto: Clarah Menezes
Fotos: Xande Manso